Página principal  >  Conselhos  > Conselhos práticos  > O meu programa “emprego” personalizado

O meu programa “emprego” personalizado

55 pessoas interessadas neste artigo
O meu programa de emprego

Shutterstock @Lipik

Você está procurando um emprego ou está começando as pesquisas. Você não sabe bem por onde começar? Segue um programa em sete dias para começar o ano direitinho!


As três regras de ouro para seguir esse programa:


Não adianta dedicar oito horas por dia na pesquisa de um emprego. O seu moral corre o risco de estar lá em baixo. Duas à quatro horas são suficientes.
- Quem diz “programa”, diz uma data de começo, uma data de fim e um monitoramento de suas ações.
- Nunca esqueça que você é um profissional que está propondo as suas habilidades e competências e não um “desempregado”. Seja orgulhoso de seu percurso e de suas experiências.


D1 programa emprego

Dia 1. Encontrar ofertas que me correspondem

Mais de 150.000 vagas de emprego, quase 3.000 cargos e grandes famílias de cargos... E, para encontrar um emprego você tem que pesquisar bastante. A primeira etapa é definir as funções procuradas e os critérios para encontrar uma vaga.

Deixe-se guiar. Para isso, no Jobijoba, você pode fazer o seu CV de graça e gerenciar as suas preferências na página “Meu perfil”.

Saiba que o quanto mais rápido você responder a uma oferta de emprego, maiores serão as chances de captar a atenção do recrutador. Depois de ter feito uma seleção entre as vagas encontradas, você pode criar alertas e-mail para responder aos anúncios mais rapidamente.


D2 programa emprego

Dia 2. Pois é... O CV ainda é indispensável

O seu currículo é a sua propaganda quando se trata tanto quanto do conteúdo quanto de seu formato. Ele deve apresentar quem você é de forma clara, o que você está procurando e o que você propõe. Não esqueça: ZERO erros de português.


> Os itens indispensáveis do currículo
> Fazer um bom currículo
> Os erros a evitar no CV
> As suas habilidades no seu CV


Última coisa: para fazer o seu CV no Jobijoba é fácil e é por aqui!
Respira, vai dar tudo certo ;)

D3 programa emprego

Dia 3. Começar a candidatar


Você analisou tudo que tinha pra analisar na oferta de emprego e já sabe o que esperam do candidato ideal. Para ter todas as chances ao seu lado, personalize a sua carta de apresentação. Não sabe o que escrever? Sem pânico:


> Fazer uma carta de apresentação eficiente
> Os erros a evitar na sua carta de apresentação

D4 programa emprego

Dia 4. Não encontro vagas: eu exploro outras possibilidades


Em uma pesquisa de emprego, o local da pesquisa pode restringi-la. Também pode ser o caso de cargos para quais não tem muitos processos seletivos em um certo estado. Não fique nessa situação.


Quando você se sentir “preso” nas suas pesquisas de emprego, pense nas possibilidades seguintes:

- aumentar o perímetro de pesquisa
- adicionar cargos associados às minhas pesquisas
- Você já tentou explorar as ofertas com o nosso consultor virtual inteligente?

D5 programa emprego

Dia 5. Minha rede profissional

Todo mundo está falando disso...: informações, boas relações, contatos. Explorar e desenvolver a sua rede profissional são importantes em uma busca de emprego. Vários tipos de rede devem ser considerados: suas relações profissionais, escolas, pessoais, vida associativa, etc.

Mas não esqueça que redes sociais como LinkedIn podem lhe ajudar a entrar em contato com vários profissionais. Não é importante ter um caderninho de contatos cheio para ter uma boa rede. A mais importante é aquela que você vai desenvolver.


Para saber mais:
> Não esqueça de testar a sua reputação digital


D6 programa emprego

Dia 6. Estar pronto para uma entrevista de emprego

Agora você tem que conseguir agendar uma entrevista de emprego. É a etapa essencial para ser escolhido para o emprego! Você tem perguntas?


> A gente te responde com 10 perguntas que você deve saber responder para se sair bem na entrevista!


D7 programa emprego

Dia 7. Gerenciar a minha pesquisa como um projeto

Quem diz projeto, diz agenda para seguir as suas ações, seus encontros marcados e seus objetivos. Sim, é importante definir objetivos em uma busca de emprego.

Assim, você vai poder fixar datas limites para as suas ações. Se você encontrar obstáculos no seu percurso, você poderá ter tempo de encontrar soluções alternativas.
Para se organizar melhor, faça um documento para seguir as suas candidaturas.

> Veja também como se dar bem em uma entrevista de emprego

05/01/2016
Sua opinião nos interessa, compartilhe-a! 2 comentários
Deixar a minha opinião
Fernandinho o 07/01/16
Matéria bem interessante para começar o ano com o pé direito !
Reagir
Fernandinho o 07/01/16
Matéria bem interessante para começar o ano com o pé direito !
Reagir
Essas dicas podem lhe interessar
Assunto Um currículo original para se destacar
Assunto Porque escrever “eu quero trabalhar” não adianta nada?
Assunto O seu CV é meio “esburacado”?
Assunto E se a gente testasse sua reputação digital?
Notícia Uma carta de apresentação feita de tweets
Notícia Jovem de Minas Gerais torna o seu currículo viral
Ver todas dicas de CV, carta de apresentação e entrevista de emprego